Cultuando o corpo

Cultuando o corpo

526
0
COMPARTILHE

A prática constante de musculação pode ser benéfica tanto para a saúde quanto para a estética. Mudar hábitos do cotidiano e consumir alimentos especiais e saudáveis colaboram para que o fisiculturismo seja uma boa filosofia de vida

 

Por Marcela Mayrinck  Fotos Fabiano Graudin

fitness01

 

Você já deve ter ouvido falar em fisiculturismo, palavra que traz logo à mente a imagem de pessoas musculosas e fortes. Mas tal prática vai muito além disso. Definido como o conjunto de exercícios musculares destinados a desenvolver e definir determinados músculos, geralmente para fins competitivos ou estéticos, o fisiculturismo surgiu na década de 40, quando o canadense Josef Weider, que já possuía algum conhecimento de halterofilismo, resolveu usar a atividade para modelar o seu corpo, a princípio com o intuito de adquirir um porte que afastasse brigões e encrenqueiros. O que começou como uma forma de defesa se tornou mania e hoje é visto, acima de tudo, como um estilo de vida.

fitness02
Fisiculturista famoso no Brasil, Eduardo Corrêa conta que decidiu se tornar um adepto deste comportamento quando abandonou as competições de levantamento de peso e foi motivado a buscar músculos maiores e com mais qualidade. Porém, para se tornar fisiculturista e conquistar um corpo como o dele, é preciso abrir mão de hábitos considerados corriqueiros, como o consumo de frituras, açúcar e bebidas alcoólicas, afinal, a maior responsável por resultados visíveis na estrutura corporal é a dieta. “Treinamento é o ajuste final. Se o indivíduo comer de maneira inadequada, nada do que se treinou irá adiantar”, diz Eduardo, que explica ainda que o metabolismo humano demora algum tempo para se acostumar às novas fontes de macro nutrientes e à nova demanda calórica a que o corpo é submetido.

 

fitness03

Alimentação
É por essa razão que suas refeições e de sua esposa, a atleta e modelo Caroline Saraiva, são preparadas com muito zelo, levando em consideração, por exemplo o frango grelhado e a batata doce: nada de óleo e baixa quantidade de iodo, para evitar retenção de líquidos. Tais restrições, assim como muitas outras, passam a ser parte da rotina de quem almeja um corpo forte, e tornam-se algo até agradável.

fitness04
O uso de suplementos também interfere nos efeitos, pois proporciona substâncias que o organismo humano não é capaz de absorver. “Para adquirir o que suplemento possui, é preciso comer, por exemplo, 12 bifes de fígado por dia”, explica Eduardo. Isso faz com que os adeptos de malhação constante, em especial fisiculturistas, sejam pessoas mais ativas e com menos propensão a doenças. Mas atenção, os suplementos não podem ser a única fonte de nutrição do indivíduo e devem ser ingeridos com acompanhamento de um profissional especializado.

fitness05
Eduardo tem 32 anos, mora em Florianópolis e é o único brasileiro apto a participar, na categoria “Body Builder”, do maior torneio de fisiculturismo mundial, o Mister Olympia. Tais oportunidades são fruto de 19 anos de treinamento e dieta supervisionada por nutricionistas, costumes que mantém até hoje. Seu dia a dia se resume em atividades de musculação todos os dias e cardiovasculares uma vez por semana, intercaladas por refeições e sono em horários regulares.выбрать блендер отзывыкитайские смартфоналександр лобановский игоревич смартфонтехнологии раскрутки сайтовкупить контентслова дляenglish to arabic writing translationпоршневой воздушный компрессор

COMPARTILHE
Artigo anteriorPara se lambuzar
Próximo artigoEstética com Segurança

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

*