Dedicação ao bem-estar na Odontologia

Dedicação ao bem-estar na Odontologia

Com um novo conceito para a sua clínica de saúde e odontologia, a cirurgiã-dentista. Larissa Hardt se torna referência empreendedora feminina em Joinville.

313
0
COMPARTILHE

Muito foco, determinação e o total apoio da família. Esses sempre foram e continuam sendo os pilares para a total dedicação da cirurgiã dentista, Dra. Larissa Hardt, em suas empreitadas de sucesso na área de saúde e bem-estar em Joinville.

Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, especialista em Dentística e Periodontia pela Universidade Federal de Santa Catarina e em Odontologia Estética pela Universidade de Nova York, Dra. Larissa foi convidada em 2007 pelo seu então professor, Dr. Jonathan Levine para fazer parte de sua clínica odontológica, que atende celebridades como Sarah Jessica Parker, Kate Winslet e o cantor Lenny Kravitz.

De volta ao Brasil desde 2011, ela conduz o Studio Bucal, que de clínica odontológica na Rua dos Ginásticos, tornou-se agora em 2017 um completo centro multidisciplinar das áreas odontológica, estética e de cirurgia plástica na Rua XV de Novembro. Em entrevista á Premier, Larissa revela que se sente realizada pessoal e profissionalmente, mas não pensa em parar por aqui. Em busca de atualização e crescimento constantes, a profissional do bem-estar se inspira desde sempre nos pais – um casal de empresários bem-sucedidos da indústria e do comércio joinvilense, para continuar a se aperfeiçoar e conquistar novos horizontes.

Revista Premier: Como você encontrou essa vocação profissional para empreender?

Dra. Larissa Hardt: Eu sou filha de pais empreendedores. Meu pai é industrial, minha mãe é lojista, então eu vim de uma educação empreendedora. Desde a época da faculdade de odontologia eu já participava da ACIJ jovem, então sempre tive essa vontade de empreender. Tive muito apoio dos meus pais em relação a empreender e estudar. Eles me apoiaram bastante na época que fui morar nos Estados Unidos, para estudar e trabalhar em Nova York. Depois de me formar, fiz duas especializações e durante esse período fora, conheci um professor da universidade de Nova York que me convidou para trabalhar na clínica dele. Foi a partir dessa experiência que eu decidi empreender e passei a sonhar com uma clínica multidisciplinar, onde eu pudesse ter todos os profissionais da mesma área. Aquilo me fascinava porque além de ser prático para os pacientes era uma grande oportunidade de interagir com outros profissionais que tinham o mesmo objetivo que eu.

RP: E como foi a escolha pela odontologia?

LH: Antes de optar pela odontologia eu pensei em diversas áreas, até mesmo arquitetura, mas minha mãe me influenciou muito porque ela acreditava que era uma profissão nobre, mas onde a mulher podia ter um controle de sua própria agenda, podia ser mãe, podia ter um tempo livre e mais flexibilidade… Pensando nisso agora, acho que ela errou feio (risos), ser profissional autônomo acaba não tendo muita flexibilidade, não. A gente acaba focando no trabalho 24 horas por dia porque o negócio depende de você para existir… Enfim, na época eu decidi arriscar e passei no vestibular. Mesmo sem ter muita certeza, fui para a faculdade e aí me apaixonei pela profissão. Depois de apenas seis meses de curso eu já sabia que era aquilo que eu queria fazer para o resto da minha vida.

RP: O Studio Bucal mudou um pouco seu conceito de clínica odontológica para um espaço de saúde e bem-estar com essa reinauguração no mês passado. Como foi a transição da outra clínica para essa?

LH: Tínhamos uma equipe já formada e eu e minha sócia já estamos juntas há bastante tempo. Tanto a Dra. Flávia e quanto a Dra. Ana estão comigo há mais de sete anos e a Dra. Carolina também está com a gente há mais de três anos, então eu sabia que podia contar com todas elas. Foi algo que me ajudou a ter a coragem de empreender, porque eu sabia que não faria sentido mudar sozinha. Além delas, trouxemos as outras especialidades, com os profissionais de endodontia e ortodontia, que já eram parceiros da clínica há muito tempo. A maior novidade é que passamos a oferecer também o serviço de um cirurgião plástico, que agrega ainda mais ao conceito multidisciplinar desse novo espaço.

RP: E como surgiu essa ideia de trazer o cirurgião plástico?

LH: A ideia do cirurgião plástico surgiu para complementar o serviço que oferecemos. Antes éramos focados em odontologia e estética e hoje o nosso foco é a saúde e o bem-estar como aliados da estética. Sabemos que quase todo mundo vai ao dentista quando está com dor ou tem algum problema dentário, mas queremos mudar essa concepção da odontologia, de modo que a pessoa nos procure para se sentir melhor e ainda mais bonita. E a cirurgia plástica complementa a odontologia estética. Aqui na clínica o paciente tem a oportunidade de fazer uma série de intervenções, como lifting e toxina botulínica, além de ter a garantia de um sorriso mais bonito, que faz todo esse bem-estar aparecer. A nossa proposta é promover um melhor estilo de vida e transformar a autoestima do paciente como um todo.

RP: Como tem sido essa nova experiência desde a reinauguração?

LH: A procura está bem crescente. Aos poucos o público vai descobrindo esse novo conceito baseado em estilo de vida e bem-estar, então estamos aproveitando para desmistificar esse fato de que ir ao dentista está relacionado a sentir dor. Temos aqui diversos aparelhos e técnicas que não causam nenhum desconforto ao paciente. Além disso, o entrosamento dos colaboradores é muito bom. Tivemos muita sorte na escolha da equipe de atendimento e acho que isso se reflete na visão de excelência que o público está construindo do novo Studio Bucal.

RP: E em relação as técnicas e tecnologias?

LH: Um dos serviços mais exclusivos que oferecemos é a realização das imagens digitais diretamente na clínica, o que garante uma melhor previsibilidade do tratamento e mais agilidade no atendimento ao paciente. Temos também a tecnologia CAD/CAM, para restaurações individuais de cerâmica em apenas uma consulta. O sistema conta com scanner, modelagem e fresagem, o que também garante mais rapidez ao tratamento. Temos aqui diversos aparelhos que servem para acelerar todos os processos. Inclusive, se o paciente perde um dente em uma situação de emergência, conseguimos fazer na hora um dente de porcelana e repor muito rapidamente.

RP: Qual a maior lição profissional que seus pais lhe passaram?

LH: Com todo o apoio que eles sempre me deram, me incentivando a estudar e a me aperfeiçoar, aprendi com eles a buscar constantemente o aperfeiçoamento. Nunca parar, por melhor que você esteja, sempre procure estudar mais. Por isso que até hoje eu me mantenho em contato com a equipe com quem trabalhei em Nova York. Todo ano vamos juntos em congressos. Outra lição que o apoio dos meus pais me deu foi a de ser sempre pé no chão. Eles sempre foram muito realistas, mostrando como a vida realmente é. Com exceção do incentivo para estudar, nunca tive moleza em casa ou ganhei algo de mão beijada. Então, nunca ganhei o peixe, mas fui ensinada a pescar. E essa clínica é fruto de tudo isso que aprendi, de muito estudo e trabalho, muita luta. Além de ter a coragem para empreender, que sempre foi uma característica muito forte de ambos.

RP: E como é conciliar a vida pessoal com uma rotina profissional tão atribulada? Sobra tempo para a família, marido e filhos?

LH: Tenho um apoio gigante do meu marido, ele é o meu herói. Ele me ajuda muito e, inclusive, está a frente da área administrativa da clínica. Só isso por si só seria uma parte muito mais trabalhosa pra mim, então sei que não estou sozinha. É ele também que praticamente assume as funções com as crianças e acho que tendo ainda o apoio dos meus pais e de todo mundo que me cerca, me sinto muito confortável para fazer tudo o que tem que ser feito. No fim das contas, eu e meu marido nos dividimos e conseguimos dar conta de tudo. E é isso que nos dá o combustível para seguir em frente. Além disso, meus filhos são fantásticos, muito queridos e compreensivos.

 

RP: O que você espera para o futuro do Studio Bucal? Tem vontade de expandir ainda mais?

LH: O primeiro passo é aperfeiçoar os serviços clínica. Faz somente uma semana que o cirurgião plástico iniciou o atendimento e agora estamos colocando a nova casa em ordem. Quero, antes de tudo, sentir a reação do mercado, mas por enquanto estou gostando bastante do resultado. Quem sabe mais para frente, daqui alguns anos, podemos abrir uma filial. Por que não? Mas como prezamos muito pela qualidade, antes de expandir o conceito do Studio Bucal, preciso ter certeza de que a nossa entrega é de excelência, para que se ou quando tivermos franquias ou filiais tenhamos a mesma qualidade. Afinal, qualidade é o que todo cliente busca e manter isso em todos os níveis é bem desafiador.

RP: Mas e como superar esse desafio e conseguir se manter bem-sucedida?

LH: Acredito que o que ajuda o sucesso dos negócios é sempre buscar oferecer algo de diferente para aumentar a qualidade na entrega no serviço. Acordo todos os dias pensando nisso: o que vou fazer hoje pelo meu cliente para que ele receba algo de diferente? Acho que é isso: procure sempre oferecer um diferencial e seja um profissional que transmita essa confiança ao seu cliente.

 

 

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

*