Joinville de norte a sul

Joinville de norte a sul

551
0
COMPARTILHE

Neste mês de aniversário, nada melhor que voltarmos os olhos à cidade que nos acolhe diariamente sejamos nós joinvilenses de berço ou de coração. Afinal, atrativa pelas oportunidades econômicas, Joinville também tem muito a oferecer no turismo. Com a ajuda da Fundação Turística, a Premier elaborou uma espécie de guia, deixando o convite para, num fim de semana qualquer, você curtir a cidade. Seja no centro ou no interior, em museus ou em parques, conheça mais Joinville. Aqui tem passeios para todos os gostos

 

Por Silvane Alves dos Santos Fotos Fundação Turística de Joinville/Divulgação

 

tur01

 

Turismo Rural
Confira a seguir os principais pontos turísticos do interior de Joinville. Rios, cascatas, comidas típicas são os atrativos que mais se encontram por aqui.

 

Estrada Bonita
Região cercada pela paisagem do campo, com som de riacho ao fundo, propriedades rurais que oferecem produtos caseiros e café colonial, além de restaurantes, onde é possível saborear a culinária típica de influência germânica. Na Estrada Bonita, você pode visitar a propriedade de Olinda Kersten, que comercializa pães caseiros, cucas, conservas, biscoitos e geleias produzidas com frutas cultivadas no local; a propriedade do casal Ango e Ivanir Kersten, onde é possível conhecer o processo de fabricação do melado, além de passear de trator; e a propriedade da Família Hattenhauer, ótima opção de lazer com tanques para pesca, aluguel de churrasqueiras e pousada rústica.
Estrada da Ilha
Cercada por propriedades rurais, criadores de cavalos e produtos coloniais, a Estrada da Ilha é um convite ao descanso e ao passeio. Entre as possibilidades de lazer, estão a Chácara Schulz; a Agrícola da Ilha, que produz e comercializa flores, além de possibilitar a visitação a campos de flores e onde acontece o Festival Brasileiro de Hemerocallis (de fevereiro a outubro); a Anturioville, que faz a produção e comercialização de antúrios; o Empório da Ilha, com a comercialização de gêneros alimentícios, área de eventos e pizzaria; o Centro Equestre Leme, com aulas de hipismo e eventos; o orquidário Purpurata; e o Joinville Country Club, que oferece campo de golfe e hipismo para praticantes.

 

Estrada do Quiriri
Em meio à Mata Atlântica, a Estrada do Quiriri leva a lindas quedas d´água, com locais para camping e lazer. Há ainda a infraestrutura de chalés para hospedagem. Entre as opções de atrações disponíveis estão a visitação à propriedade Neitzel Plantas e Recanto Vale das Nascentes (necessário agendamento); o Recanto Vô Nereu, com 13 quiosques disponíveis para a realização de eventos, camping, churrasqueira, equipamentos de cozinha e banheiros; o Recanto Três Nascentes, com espaço para a realização de eventos, área para camping e piscina natural.

 

tur02

 

Piraí
No Piraí você tem montanhas, cachoeiras, rios e vastos arrozais. Mas, se o que você preferir for descansar, no local encontra o conforto dos recantos de lazer, parques aquáticos e pesque-pagues. Entre as atrações, o pesque-pague Piraí; o Pesque-pague Roda d’Água; o Parque Ecológico Caminho das Águas; o Parque Aquático Cascata do Piraí; o Salto do Piraí, cachoeira com 160 metros, em área de preservação ambiental, onde está localizada a Usina Hidrelétrica (acesso restrito); tem ainda o Pico Jurapê, com 1.149 m, ideal para os adeptos do turismo de aventura (neste passeio é necessário um guia especializado). Depois de tanta atividade, você pode apreciar as delícias caseiras oferecidas pelas famílias Schroeder, Jacobi, Roos, Pogan e Polzin. Além destes, há ainda o Sítio dos Araribás, o Recanto das Arrozeiras, com quadras de futebol, de vôlei, trilha, tirolesa, passeio de tobata e tanques para pesca esportiva; o Recanto Adrimar; o Recanto Ribeirão das Pedras; o Rancho Alegre; e o Núcleo Mutucas, que oferece atividades de educação ambiental e espaço para eventos.

tur03
Estrada Dona Francisca
Aqui você pode desfrutar a culinária local, como o famoso marreco recheado e os produtos coloniais. No mirante, à beira da rodovia, pode-se observar o caminho da Estrada Dona Francisca e a beleza da Serra do Mar. Neste caminho você ainda encontra a Casa Krüger, uma casa de memória que abriga a sede da Associação de Turismo Eco Rural e uma Central de Atendimento ao Turista, aberta diariamente das 9 às 17h; o Castelo dos Bugres, com 998 m de altitude, uma ótima opção para os adeptos do turismo de aventura (é necessário um guia especializado); o Alambique Fleith; o Parque Aquático Recanto Davet; o Apiário Pfau; a Farinheira Silva, onde é produzida farinha de mandioca artesanal; o Rancho Pé da Serra; a Casa da Família Wiezbicki, com comércio de produtos coloniais e panificação; a fábrica de Brinquedos Schultze; o Pesque-Pague São Francisco; o Pesque-Pague 7 Lagoas; o Pesque-Pague Xanadú; o Pesque-Pague Q-Lagoa; e o Pesque-Pague Vale das Montanhas.

 

 

 

tur04

 

Turismo urbano
Se você não pretende ir longe, o passeio urbano de Joinville é a melhor opção. Confira os espaços disponíveis para você descansar e passear com a família e amigos.

 

Centreventos Cau Hansen
Abriga o Teatro Juarez Machado, a Arena Multiuso, o Expocentro Edmundo Doubrawa e o Centro de Convenções Alfredo Salfer. O ambiente é ideal para eventos e para conhecer obras de um dos principais artistas de Joinville, Juarez Machado. Informações: (47) 3433 2190.

 

Zoobotânico
Possui uma área de 170 km², dentro das delimitações do Morro do Boa Vista. No parque, vivem cerca de 200 espécies, entre aves, répteis e mamíferos da região. O parque, em reforma há dois meses, teve algumas áreas reabertas para visitação, que acontece de terça-feira a domingo, das 9 às 18h. Informações: (47) 3026 5429.

 

Mercado Municipal
Com 100 anos de história, era um entreposto comercial de pescados, mate e produtos coloniais. Hoje, instalado em um prédio construído em 1982, também é espaço cultural e gastronômico. Aberto de segunda a sexta-feira, das 7 às 19h e aos sábados, das 7 às 13h. Informações: (47) 3433 4196.

 

Estação da Memória
A antiga Estação Ferroviária foi musealizada e agora oferece atividades culturais e lazer. No segundo sábado do mês, acontece o Mercado de Pulgas, com a Feira de Artesanato. A Estação fica aberta ao público de terça a sexta-feira, das 9 às 17h e aos sábados e domingos, das 12 às 18h. Informações: (47) 3422 5222.

 

Biblioteca Municipal
Conta com aproximadamente 60 mil títulos, incluindo obras raras da literatura brasileira e estrangeira; livros em braille e periódicos. Aberta de segunda a sexta-feira, das 8 às 19h, e aos sábados das 8 às 12h. Informações: (47) 3422 7000.

 

Casa da Cultura
Inaugurada em 1972, promove cursos de produção artística, visual, musical, teatral e corporal. Oferece também exposições na galeria Victor Kursancew. Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8 às 22h. Informações: (47) 3433 2266.

 

Cidadela Cultural Antarctica
O local onde funcionava a Cervejaria Antarctica abriga um centro cultural com capacidade para 200 pessoas, oferece exposições, sessão de cinema, entre outros. Informações: (47) 3433 4677.

 

tur05

 

Harmonia Lyra
Destaca-se por sua beleza arquitetônica. Nas paredes do prédio, observam-se máscaras com coroas de louros feitas pelo artista plástico Fritz Alt. Recebe eventos culturais, artísticos e sociais. Foi na Harmonia Lyra que aconteceu a primeira edição da Festa das Flores, em 1936.  Informações: (47) 3422 3920.

 

 

 

tur06

Deutsche Schule
Transformado em Centro Cultural, o local abrigou uma das primeiras escolas alemãs do Brasil. Tombado pelo Iphan, o edifício fica anexo à Igreja da Paz, principal templo luterano do município. Informações: (47) 3026 8000.

 

Cemitério do Imigrante
Inaugurado em 1851, com a vinda dos primeiros imigrantes, permaneceu em funcionamento até 1913. Sua localização foi determinada pela Companhia Colonizadora de Hamburgo. Ao lado, existe uma casa, construída em 1857 para abrigar o coveiro e que hoje chama-se Casa da Memória, que oferece informações e educação patrimonial. É um espaço tombado pelo Iphan. Visitação de terça a sexta-feira, das 9 às 12h e das 14 às 17h. Informações: (47) 3433 3732.

 

Moinho Joinville
Localizado ao lado do Mercado Público, teve grande importância durante o desenvolvimento econômico da cidade. Em 1906, sócios da extinta Companhia Industrial Catarinense (beneficiadora de erva-mate) construíram um moinho. Inaugurado em 1913, todo o conjunto foi transferido para a Moinhos Rio Grandense, em 1944. Informações: (47) 3481 2500.

Além destes, você pode visitar a Catedral e seus 20 vitrais; o Mirante (ainda em reforma); o Monumento à barca, que simboliza a chegada da Barca Colon à cidade, em 1851; a Escola de Teatro Bolshoi, a única extensão do Bolshoi fora da Rússia, que fica aberta para visitações (com agendamento); e os já consagrados cartões-postais: pórtico (construído em 1979 em comemoração aos 150 anos da imigração alemã em SC) e a Rua das Palmeiras.

 

Praças e parques
Locais para caminhada, bater um papo com amigos ou tomar um sorvete. Você pode parar na Praça da Bandeira, Praça Nereu Ramos, no Parque da Cidade, Praça dos Suíços, Praça Dario Salles, Praça Lauro Müller, Parque da Expoville ou no Parque Caieira, que rende uma boa vista.

 

Parque Morro do Finder
Localizado no Morro do Iririú, conta com uma área de 500 km², abrange importante área remanescente da Mata Atlântica, com trilhas e mirante com vista para a baía da Babitonga. Visitação todos os dias, das 8 às 18h. Informações: (47) 3435 8237.

 

tur07

 

Baía da Babitonga
Considerada a maior baía navegável de Santa Catarina, a baía da Babitonga tem extensão de 23 km e abriga um vasto ponto de encontro com a natureza. Difícil falar da Babitonga e não remeter ao Barco Príncipe, ícone de turismo na cidade. Um passeio digno de príncipes e princesas.

 

Nilson Bastian

 

Museus
Se o que você procura é conhecer mais a história de Joinville, os museus são boas pedidas. Visite:

 

Museu do Sambaqui
Expõe o acervo arqueológico do “Homem Sambaqui”. Apresenta sua alimentação, técnicas, costumes estéticos, funerários e a arte em pedra. Aberto para visitação de segunda a sexta-feira, das 8 às 14h. Informações: (47) 3433 0114.

 

Museu Nacional de Imigração e Colonização
Criado em 1957, é considerado o principal museu da cidade, com um rico acervo de móveis, utensílios e peças, que revelam aspectos da vida rural e urbana da Colônia Dona Francisca. É instalado no chamado Casarão Joinville, em construção datada em 1870, sob autoria do arquiteto Frederico Müller. Além da casa principal, há a Casa Enxaimel, o Auditório Dona Francisca e os Galpões de Tecnologia e de Transporte. Visitação de terça a sexta-feira, das 9 às 17h e aos sábados, domingos e feriados das 12 às 18h. Informações: (47) 3433 3736.

 

Museu de Arte
Inaugurado em 1976, possui um acervo composto por mais de 760 obras. A beleza da arquitetura, da construção (a casa é de 1864) e dos jardins são ideais para lazer e contemplação. Informações: (47) 3433 4677.

 

Arquivo Histórico
É reconhecido nacional e internacionalmente pela preservação de documentos históricos, especialmente artigos sobre a imigração europeia para o Brasil no século XIX. Visitação de segunda a sexta-feira, 8 às 18h. Informações: (47) 3422 2154.

 

Além destes, há o Museu do Ferro de Passar, com mais 500 peças do utensílio; o Museu do Bombeiro, com cerca de 170 peças; e o Museu Fritz Alt (fechado para reforma), onde estão expostas as obras do primeiro artista plástico conhecido da cidade, ferramentas, dados sobre o processo de produção das peças, fotos e objetos de uso pessoal.
Turismo Industrial
Passeio por algumas das grandes empresas alojadas em Joinville. No passeio, é possível conhecer a rotina destas indústrias e parques fabris, além de tirar dúvidas e conhecer mais o trabalho que desenvolvem. Estão abertas à visitação (com agendamento de horário): Tupy, Tigre, Whirlpool Latin America, Embraco, Doce Beijo Chocolateria, Perini Business Park e Opa Bier.

 

CATs
Para verificar horários e dias em que os locais aqui apresentados estão em funcionamento, procure uma das CATs – centrais de atendimento ao turista – mais perto de você.
CAT Pórtico – Aberta diariamente, das 8 às 19h.        Informações: (47) 3433 5007 | 0800 643 5015.
CAT Baltasar Buschle – Aberta diariamente, das 9 às 17h. Informações: (47) 3453 0177.
CAT Aeroporto – Aberta de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30 e das 16 às 22h. Aos sábados, das 8 às 14h e aos domingos, das 11 às 14h30 e das 16 às 20h30. Informações: (47) 3427 4409.
CAT Casa Krüger – Aberta diariamente, das 9 às 17h. Informações: (47) 3427 5623.профессиональные кистиdocsvision стоимостьалександр лобановский интервью видеокамерапродвижение сайта стоимостьтурфирма саяттуризм на яхтелобановский александр детио беременности

COMPARTILHE
Artigo anteriorIntestino preso em crianças
Próximo artigoNovas ideias

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

*