Modernidade com toque histórico e clássico.

Modernidade com toque histórico e clássico.

Empreendimento Village Arp Residence, da Azimute Engenharia, preserva marco histórico de Joinville e traz conceito moderno para condomínio horizontal no bairro América.

686
0
COMPARTILHE

Um projeto residencial que faz referência a um dos marcos arquitetônicos mais impor­tantes de Joinville. Essa é a proposta do Village Arp Residence, localizado no coração do bairro América, na rua Orleans, em uma das áreas mais nobres de Joinville.

DCIM\100MEDIA\DJI_0064.JPG

Um dos destaques do empreendimento é, sem dúvida a preservação da casa considerada por muitos joinvilenses um cartão postal da cidade, a residência histórica da Família Arp Drolshagen, projetada pelo famoso Engenheiro e Arquiteto Paul Hellmuth Keller, na década de 1970.

Segundo o diretor do empreendimento, responsável pela construção do condomínio, Eng.José An­tonio Valdez, a residência – que foi construída no alto de uma colina verde em uma técnica que imita o enxaimel, permanece dentro do empreendimento e vai ser vendida como uma das unidades que compõe o condomínio. Lena de Mello Rego Drolshagen, proprietária original do imóvel, ficou muito satisfeita com o projeto urbanístico feito pela Azimute Engenharia que foi todo pensado para valorizar o espaço e a beleza da arquitetura já existente.

“Como contratamos esse engenheiro-arquiteto muito famoso na época em Joinville, o alemão Paul Helmuth Keller, quisemos manter o projeto enxaimel, de tijolo e pedra, intacto. Inclusive, entregamos à Azi­mute um documento onde Keller registra por escrito a origem arquitetônica da residência, com planos espaciais inspirados na época dos colonos, com paredes e vigas que simulavam o estilo histórico”, afirma Lena.

O arquiteto e urbanista Julio de Abreu foi o responsável pelo projeto arquitetônico e de implantação geral do condomínio, e o arquiteto Henrique Lima, pela arquitetura de interiores. “O projeto passou por alguns estudos bem elaborados, tudo para que o resultado final ficasse o melhor possível em todos os aspectos, sobretudo nos quesitos segurança e qualidade de vida”, revela Julio.

Ainda como forma de referenciar os grandes idealizadores da casa que se tornou o coração do projeto do Village Arp, o log­otipo criado para a divulgação do empreendi­mento leva o desenho de um cavalo, já que o saudoso proprietário Pascual José Maria Julius Arp Drolshagen, In Memoriam, e sua esposa Lena, eram dois apaixonados pelo hipismo.

CONCEITO

O conceito do Village Arp Residence é ino­vador, com a proposta de ser um dos primeiros condomínios residenciais horizontais de Joinville com foco na segurança e na qualidade de vida de seus moradores. “É uma experiência singu­lar poder desfrutar de vegetação e paisagismo diferenciados, no ponto mais valorizado do bairro América, praticamente no centro da cidade, com área de lazer com 654m2, com pergolados e um belvedere para contemplação da vista privi­legiada da cidade”, afirma Valdez, Diretor de Empreendimen­tos e Coligadas da Azimute.

Ainda segundo Valdez, as premissas de pro­jeto foram baseadas em três pilares: requinte, ex­clusividade e segurança. “A área do empreendi­mento é a mais nobre e exclusiva de Joinville. Além disso, o bem-estar e a qualidade de vida foram itens que julgamos indispensáveis para embasar o projeto. A ideia é que você não precise sair do condomínio para fazer suas atividades físicas ou para ter seus momen­tos de relaxamento ou descontração com sua família e amigos”, assegura o diretor.

“Todas as unidades são servidas de infraestrutura completa para as residências, que são projetadas para receber até 20 famílias de moradores. Nas calçadas, na frente de cada unidade, estão facil­mente acessíveis as diversas redes. Toda a fiação e cabeamento são subterrâneos, inclusive as re­des de iluminação e elétrica, dando maior beleza ao conjunto arquitetônico”, explica.

Todo o espaço comum também foi pensado e pre­parado para proporcionar bem estar aos moradores, o que inclui integração com o meio ambiente, área fitness, piscina aquecida com raia para a prática de natação, sauna seca, spa, espaço massagem, quadra poliesportiva e playground. “O que está sendo mesmo valorizado aqui é aquela questão do passado, das famílias convivendo em segurança – as crianças sobretudo, que usufruem mais desses espaços de convivência. Queremos que elas possam aproveitar com liberdade, possam andar na rua de bicicleta, brincar de subir o morro e, enfim, ter essas experiências que muitos de nós tivemos e que hoje já não é mais tão fácil de proporcionar, por questões de segu­rança”, pondera o arquiteto Henrique Lima.

Para os moradores mais festeiros ou chegados a reuniões de amigos, jantares e eventos sociais, o condomínio possui um belíssimo espaço gourmet integrado ao lounge e a um amplo salão de festas projetado para maiores recepções. “A opção por laje protendida, permitiu maior amplitude no espaço, sem pilares que atrapalhassem a conexão entre os ambientes”, relata o arquiteto Julio de Abreu. “Desenvolvemos um sistema de portas de correr no meio do salão para que seja possível utilizar somente o espaço gourmet e que, ao abrir as demais portas, se tenha acesso ao salão maior para a realização de festas e eventos de grande porte com possibilidade de instalação de palco, pista de dança e mesas”, complementa Henrique.

PROJETO ARQUITETÔNICO

A arquiteta e urbanista que trabalhou na concepção do projeto arquitetônico junto com Júlio de Abreu, Vanice dos Santos, explica que os principais elementos que nortearam a concepção do projeto urbanístico foram as características topográfi­cas e morfológicas do terreno. “Buscamos valorizar e realçar estes aspectos como um elemento diferencia­dor, com espaços que proporcionem uma boa convivên­cia, harmonia e equilíbrio perfeito”, declara.

Para as edificações, Julio conta que se optou por uma linguagem contemporânea e coerente com a reali­dade. “Fica aqui o destaque pela relevância arquitetôni­ca, onde o metal, o concreto e o vidro encontram-se de maneira harmoniosa, com amplas aberturas, já que um grande pano de vidro privilegia a iluminação natural e confere amplitude aos espaços”. Segundo o arquiteto, a escolha pela estrutura foi muito importante, pois per­mitiu criar formas elegantes e criativas ao projeto. “São ideias que enriquecem e dinamizam a espacialidade das edificações, causando forte impressão de segurança, re­sistência e robustez”, revela.

A adoção de práticas sustentáveis de serviços como, iluminação em LED, energia solar para aquecimento da piscina, central de resíduos, captação da água da chuva, além de conceitos de ilumi­nação natural nos ambientes comuns, também se fazem presentes no empreendimento. “O projeto do empreendi­mento é inteligente, com infraestrutura de alto padrão, cercado de natureza, respeitando os princípios da sus­tentabilidade. Um espaço de lazer que proporciona o que há de melhor em qualidade de vida”, aponta Vanice.

SEGURANÇA

No quesito segurança, o arquiteto Henrique Lima afirma que o principal objetivo é proporcionar às vinte sortudas famílias que optarem por morar no con­domínio um sono tranquilo e sem incômodos. “Que­remos garantir a esses moradores que eles poderão manter janelas e portas abertas ou até mesmo deixar a chave do carro na ignição para que toda a permanência em suas casas seja tranquila e corriqueira, sem risco nenhum de roubo ou incidente”, sinaliza.

O apelo pela segurança já pode ser sentido na entra­da do Village Arp pela imponência física de seus muros altos, portaria, portões e entrada social com clausura. “Os controles de acesso de for­necedores, prestadores de serviços desse condomínio vão ser todos feitos por uma entrada de serviço exclu­siva e essa entrada vai ter um sistema de catraca torniquete, um controle de acesso vindo diretamente de São Paulo, já que essa tecnologia não existe aqui na região e quisemos garantir que haja realmente um con­trole de todo mundo que entra e sai do condomínio”, diz o arquiteto.

A vigilância permanece constante também no segundo pavimento da portaria, permitindo ampla visão da Rua Orleans e privilegiando o atendimento e acom­panhamento da movimentação de entrada e saída com monitoramento eletrônico seguro em ambiente blindado. Além da segurança física, existe toda a infraestrutura tecnológica de segurança do condomínio. “Teremos um sistema de câmeras ex­tremamente eficiente, que inclui uma câmera chamada ‘speed dome’ com uma mesa controladora, que gira e se movimenta acompanhando a entrada dos veículos no condomínio”, relata Henrique.

DIFERENCIAIS

• Fiação subterrânea

• Rede de água em PEAD

• Lago com carpas nishikigoi

• Captação da água da chuva

• Piscina aquecida com sistema solar

• Pergolado e belvedere para contemplação da vista

• Toda a iluminação em LED, inclusive balizamento em LED nas calçadas

• Portaria em dois pavimentos, onde o vigia fica enclau­surado no segundo pavimento

• Transplante e replantio de 08 jabuticabeiras do terreno para compor o paisagismo

DCIM\100MEDIA\DJI_0025.JPG

A AZIMUTE

O Grupo Azimute hoje é composto por três grandes áreas de atuação: Engenharia, Imóveis e Tech.

A mais nova empresa do grupo é a Azimute Tech, com foco em inspeções robotizadas em tubulações, trabalhando com inovação e tecnologia, foi fundada em 2016. Identificou a necessidade do mercado em realizar inspeções em tubulações a partir de métodos não destrutivos.

O início da história se deu com a Azimute Engenharia, com mais de três décadas de atuação. Iniciou com topografia em 1987 e abriu seu leque de serviços, principalmente na área de infraestrutura.

A Azimute Imóveis em 2011 nasceu da necessidade dos nossos clientes da Azimute Engenharia, em viabilizar de uma forma completa os empreendimentos imobiliários deles, desde a concepção da ideia até a entrega do empreendimento.

Sem comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

*